Buscar
  • gtantiga

Nota de pesar: falecimento do Prof. Dr. José Cavalcante de Souza

No dia 23 de maio de 2020, faleceu o Prof. Dr. José Cavalcante de Souza, ex-professor da USP e da UNICAMP. Defendeu, em 1961, tese sobre o Banquete de Platão, primeira tese brasileira em Língua e Literatura Grega; ao longo de sua carreira, foi fundamental para a construção e consolidação dos Estudos Clássicos no Brasil. O GTHA, cuja história se alimenta dos esforços gestados na trajetória de José Cavalcante de Souza, por meio de sua coordenação atual, manifesta seu pesar.


Abaixo, nota oficial da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP:


"Faleceu no último dia 23 o Prof. Dr. José Cavalcante de Souza, professor de Língua e Literatura Grega. Nascido em 1925, o professor começa a lecionar grego na FFCL em 1956 e a partir de 1970 passa também a colaborar nos departamentos de História e Filosofia. Em meados dos 80, aposenta-se da USP e passa a lecionar no IFCH da UNICAMP, estruturando o curso de Filosofia Antiga, associado ao de Língua e Literatura Grega.

Seguramente a principal síntese de seu trabalho e de sua importância está nas palavras de seu queridíssimo orientando, Prof. Titular Dr. Jaa Torrano, decano do DLCV:

'A meu ver, na figura algo socrática do Prof. Cavalcante, tanto durante suas aulas quanto fora delas, brilhava a magnificência do simples. Mas essa simplicidade magnificente tinha duas faces: uma era a do hierofante, a outra era a do erístico, cuja competência refutativa mostra sua maior virtude ao purificar-nos e livrar-nos uma a uma de nossas falsas opiniões. Havia essa ambigüidade entre hierofante e sofista na figura do sábio configurada nas circunstâncias de nosso convívio com o Professor Cavalcante. Essa ambigüidade nos remete às páginas do Sofista de Platão, não sem antes nos ter atingido em nossas mais caras lembranças, como o inesquecível convívio de nossa geração.

A face de hierofante era demasiado solene para ser sequer mencionada em quaisquer circunstâncias; a face de sofista pede que se resolva o enigma das citadas páginas de Platão para que se possa progredir no assunto.'”

17 visualizações